segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Comunicação inicial


Amigos,

Estamos aqui para iniciar nossa comunicação pela Escola Judicial, que na verdade, só entrou em recesso pelo estrito período do Natal e Ano Novo, e nem nestes períodos pudemos nos afastar de preocupações referentes à Escola, ante os diversos eventos e cursos que estão dentro da programação já divulgada, além de outros que pretendemos implementar.

Todos receberão notícias, como é de praxe, mas aproveitamos este espaço apenas para lembrar que pretendemos fazer a abertura deste ano escolar (2.013 há de ser muito produtivo!) formalmente, como fizemos com o encerramento, em 2012. Para tanto, pensamos em algo que deva acionar os nossos sentidos, na tentativa de abertura total (diriam os hindus, dos chacras) para a vida (palestra, música etc) e, por óbvio, para a vida jurídica.

Os temas filosóficos rondam nossas perspectivas e eventualmente aqueles que podem transmití-los. A Filosofia é uma porta aberta para nos tornarmos mais humanos e escaparmos do atavismo ancestral do corpo, do animal que nos representa na cadeia intrincada da evolução das espécies.

A tendência é esta; cada vez nos distanciarmos, mais e mais, da mera realidade material para encetarmos a aventura do espírito, da inteligência, da sensibilidade.

Para tanto, melhor lugar não há, em nosso âmbito, do que a Escola Judicial, que tem por objeto maior, embora não expressamente escrito no seu estatuto, o de: tornar o juiz e os servidores da Justiça, melhores; melhores pessoas, melhores magistrados, melhores servidores. Enfim,  seres humanos mais completos, que possam resolver os problemas sociais pela aplicação da lei, de forma justa e equilibrada.

Vamos continuar com o "podcast" (que está sendo gravado) e servirá para divulgação de diversas matérias e pensamentos sobre as áreas jurídicas e áreas correlatas (em nossa visão, como o jurídico abrange o que ocorre na sociedade, toda manifestação humana pode ser objeto de estudo sob o ponto de vista do Direito ou com base em estudos a este paralelos). Também programamos outras formas de comunicação, que virão ao conhecimento de todos no seu devido tempo. Sem nos descurarmos, é claro, com a feitura dos cursos necessários à pontuação e ao esclarecimento.

Contamos com a força de todos. Vamos aproveitar o Carnaval (desculpem a brincadeira) para por o nosso bloco na avenida. Carlos Roberto Husek

2 comentários:

  1. Achei excelente a iniciativa da administração do TRT2 de criação do canal no Youtube com os ótimos cursos ali disponibilizados.

    A implantação do processo eletrônico produzirá uma demanda hercúlea de retreinamento e adaptação de todo nosso contingente ao novo ambiente.

    Iniciativas como esta certamente vão ao encontro do desafio que se avoluma.

    Aproveito a oportunidade para requerer que o novo prédio do TRT2 em Barueri acomode uma sala de treinamento onde magistrados e funcionários possam assistir remotamente as aulas que acontecem na EJUD, se não for possível a telepresença, que no mínimo possamos assistir às aulas em outra oportunidade, mas com a disponibilização de certificados de participação.

    O mesmo espaço poderia comportar alguns títulos e periódicos para consulta nos intervalos em que não houvessem aulas.

    atenciosamente,

    Romeu Meirelles
    Diretor de Base
    Sintrajud-Barueri

    ResponderExcluir
  2. Caro Diretor Des. Husek: ótima ideia na abertura temática nesta mídia, permitindo a ampliação além da área jurídica. Confesso que utilizei, com sucesso, suas lições de Direito Internacional em recente concurso, devido as audições dos conteúdos...a Literatura, inclusive, nesta primeira experiência faz parte do nosso ferramental, da cultura e da formação que se exige dos bons profissionais jurídicos! Abraços. Lauro.

    ResponderExcluir