quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

"Podcast": um novo caminho

Amigos,
O ano se inicia, e nós, dispostos a percorrer os mesmos caminhos, calçamos os mesmos sapatos, preparamos as mesmas roupas, abrimos nossas agendas e passamos a cumprir os mesmos compromissos. A vida é assim uma sucessão de dias, de afazeres, de palavras protocolares, de disponibilidades programadas, de sorrisos aos amigos de sempre e de malevosias aos inimigos já identificados e declarados.
Também, neste ritmo, nesta trilha, neste palco, com os enredos de sempre, abrem-se as cortinas da nossa Escola e, a partir daí, assistimos e/ou participamos de um número projetado de peças, cujos atores principais e os coadjuvantes são conhecidos, bem como os diálogos e monólogos que repercutirão em nossos cérebros e ouvidos.
Algo poderia ser diferente?Pergunto-me e me aflijo sobre e com esta incapacidade de recriar o curso da história, de inventar novas atitudes, de engendrar outras fórmulas, de conceber e desenhar figuras diversas para os dias que virão.
Vivemos num empobrecimento paulatino de concepções. A imaginação morre sob a toga e se perde entre os artigos dos códigos. Em dois, três, cinco, dez anos, um pouco mais, um pouco menos, o que faremos para reescrever esta trama de bons cidadãos e de ocupantes do Poder?
Quase sempre, nos move a redação das linhas escritas por amigos e simpatizantes e pelos inimigos e adversos. Mente reativa! Reagimos a uns e a outros com as posturas esperadas. Medo! Temos medo de desagradar os afeiçoados e de provocar a ira dos desafetos.
Qual o espaço que vamos criar neste ano de 2014? Qual o verdadeiro espaço que vamos plainar, alisar, nivelar, uniformizar, para as possibilidades do bloco (não-carnavalesco) que vamos por na avenida para o desfile de nossas ideias e intenções?
Não se trata, apenas e tão somente, de dar as mãos nem de afirmar nossas cores e crenças, e sim de, generosamente, nos abrirmos às probabilidades, às expectativas, às promessas de uma vida melhor, entre amigos e profissionais.
Como fazer isso, além do que já está programado, sem desesperar os complacentes e os inflexíveis, por hábito ou natureza?Confesso que me perco em hipóteses e, principalmente, em desejos (de boas intenções, diz o adágio, o inferno está cheio).  Para este ano, repleto de esperanças, temos planos de cursos diferenciados, alguns já divulgados, outros por anunciar.

Mas, só cursos, cursos e mais cursos..!?
A resposta pode ser a pérola escondida nesta ostra, fechada e retraída (não sei se a imagem, em geral, de uma Escola, pode ser assim concebida, em tempos tão difíceis?) ou o ponto de intransigência  para alimentar os adoradores da discórdia.
Pensei ( e penso), embora tenha provocado reação de dúvida, quanto ao efeito em alguns servidores da Escola, em abrir, pelo "podcast" ( ele existe..!) uma espécie de momento lúdico, teatral, poético, artístico, afinal a educação abrange todos os aspectos do aperfeiçoamento, desde os meramente técnicos até os filosóficos e estéticos. Tudo servirá para o aprimoramento, ou no mínimo (confesso) para a minha particular loucura (espero que socialmente produtiva), de ver o invisível e de descobrir na areia escaldante um curso d´água. Combato, dentro da medida do possível, a aridez da minha própria alma, porque não quero cooperar para esvaziar ou esterilizar a criatividade de ninguém.
Assim - volto ao tema - inclino-me a fazer uma experiência e utilizar o "podcast", não só como divulgação de matérias do Direito (perde-se no tempo, infelizmente, a última vez que empregamos este instrumento), mas também como ferramenta de elevação do espírito, para magistrados e servidores, com a efetiva participação daqueles que se dispuserem a arriscar (entre o sublime e o ridículo, o espaço é de milímetros...).
Inauguro este caminho. Arrisco-me e, de início, abro a porta para as críticas.  Caso este último prognóstico aconteça, espero que os amigos e eventuais ouvintes tenham a benevolência de esquecerem a tentativa e minimizem o eventual fracasso.
Como a cautela não é uma das minhas virtudes, aí vai o balão de ensaio. Abram o "podcast" no link: http://ejud2.trtsp.jus.br/?page_id=706  e ouçam. Fico à disposição para os ovos e tomates.

Carlos Roberto Husek